quinta-feira, abril 15, 2010

Uns três anos de "pra sempre"

"Teus olhos querem me levar
Eu só quero que você me leve
Eu ouço as estrelas conspirando contra mim
Eu sei que as plantas me vigiam do jardim
As luzes querem me ofuscar
eu só quero que essa luz me cegue..."
(Nem 5 minutos guardados - Titãs)

Quero te ver, falar contigo. Entender porque quando tu chegas perto fica sem jeito, sem ação. Se atropela nas palavras, me olha por baixo, como quem se reprime do que está fazendo. Porque ficas paralisado e depois não sabe nem onde colocar as mãos. Porque tu finges não sorrir quando eu sei que estás sorrindo quando me vê, assim de passagem.
Não tenho mais aquela ilusão que tinha durante os três anos em que eu tive você. Que depois tentei ter outros, mas ainda assim, secretamente, apesar de te negar, queria ter as tuas faltas de jeito, andar contigo pela noite, de mãos dadas, em segredo. Perguntar se teu coração era só meu ou se tu ainda tentavas me preencher com outra Gabriela qualquer.
Será que tu ainda guardas aquelas sensações? E o "te amo pra sempre", será que ainda vale ou o sempre já acabou? Eu ainda guardo a sensação de esperar pelas tuas palavras pra depois te mandar as minhas. A sensação de te olhar em segredo e ser reprovada pelos outros. E depois quando já podia te abraçar e sentir tuas mãos ásperas segurando as minhas. E ver teus olhos me olhando com aquele ar apaixonado, de quem sente um tudo, mas tem medo de ser reprovado.
O teu amor eu não guardo na palma da mão. Eu guardo junto com palavras antigas e viciadas que recebia. Lá com bilhetes trocados em sala de aula, com assuntos infantis sobre desenhos japoneses, com pequenos presentes que recebia. Tenho as fotos e até o mesmo cheiro nas tuas palavras.
Mas eu preciso conversar contigo, saber ao certo o que é e te deixar seguir pra seguir ainda mais livre o meu caminho e te dizer que o meu pra sempre se transformou e que eu te quero tanto bem.

6 comentários:

√ih disse...

Realmente um verdadeiro amor a gente nunca esquece. Mesmo que um tenta disfarçar, fingindo que não quer mais, não adianta. Quando os dois estão apaixonados, não há quem separa. Não acaba o amor.


Amweii o seu blog! Tô seguindo!

√ih disse...

Realmente um verdadeiro amor a gente nunca esquece. Mesmo que um tenta disfarçar, fingindo que não quer mais, não adianta. Quando os dois estão apaixonados, não há quem separa. Não acaba o amor.


Ameii o seu blog! Tô seguindo!

Mario Gioto disse...

poxa poxa.. se vc apenas soubesse como me identifiquei...

enfim... abracos ^^

Mario Gioto disse...

voltarei sim! ^^ conte com isso..

beijo na testa!

Ju Fuzetto disse...

Lindo flor!!!

Beijos

THE POEM HAS BROKEN disse...

São tantos "pra sempre" nas nossas vidas que as vezes acaba deixando tão embaçado tudo.